• Cassia de Marcos - CRN3 25417

Por que temos tanto medo do açúcar?


Você já percebeu que uma das maneiras de demonstrar carinho e afeto é com alguma coisa doce? Quando vamos receber alguém em casa, normalmente fazemos ou compramos um bolo, na celebração de aniversário também tem bolo e docinhos, em outras datas comemorativas também tem doce ou chocolate.

O que isso significa? Tanto o chocolate quanto o açúcar são um símbolo que representa o afeto.

O açúcar não é um vilão. O terrorismo alimentar e a visão simplista sobre alimentação distorceram os fatos o fizeram ser temido. Encontrar um culpado é mais fácil do que investigar as causas e desenvolver a autorresponsabilidade pelos nossos atos.

A questão é que, por ser saboroso e um símbolo de afeto, é natural recorrer a ele (muitas vezes de forma inconsciente) quando nos deparamos com algum “problema”.

A comida é e sempre vai ser um recurso para lidar com problemas emocionais. O grande problema é ela ser O ÚNICO recurso.


Não é o açúcar o vilão e sim a frequência e contexto. Portanto substituir o açúcar por adoçante, açúcar de coco, xilitol e o diabo todo só vai tapar o sol com a peneira. Excesso é excesso. É necessário compreender o PORQUE ele está sendo usado em contextos que não cabem a ele.

Entender a causa do consumo diário, os seus porquês e desenvolver a autorresponsabilidade é parte essencial do processo.


Entenda de uma vez por todas: doce não é para ser saudável. Doce não é fonte de nutriente, doce não foi feito para nutrir o corpo, isso é função da comida, das refeições.

Entenda seus excessos, só assim você será livre.

3 visualizações

Todos os direitos reservados © Nutricionista Cassia • 2020